Translate this Page

Rating: 3.1/5 (5683 votos)





DIVISÃO 

 

Dicas de como ler a Bíblia.

Biblia 

 

   Diário Espiritual

Saiba como fazer

AQUI

⇓ 

Biblia

DIVISÃO

ORAÇÃO

SACERDOTAL DO SENHOR

JESUS CRISTO

 

 

 

0 RECENSEAMENTO

CLICK AQUI ↓

recenseamento

 

A PESSOA DE JESUS CRISTO
Cristo
 

 

 Eu não acredito em Predestinação... O que você tem a dizer sobre isso? Pode me mostrar biblicamente se isso é verdade?

TIRE SUAS DÚVIDAS

AQUI 

Predestinação

    

ANJOS
Anjos

  

O FRUTO DO ESPÍRITO

  

A DIÁSPORA JUDAICA
Judeus

 

Problemas de natureza sexual na igreja de Corinto. Click aqui ↓

Corinto

 

 

 

 

 

 

 

  

O PRIMEIRO DIA DA PÁSCOA

Reunindo a evidência dos quatro  Evangelhos, podemos sugerir a seguinte sequência de acontecimentos:

Veja JESUS - A RESSURREIÇÃO 

 

 

 

 

 

 

   

 

 

 

 

A PÁSCOA E A ÚLTIMA CEIA
Páscoa

 

A BÍBLIA DO PONTO DE VISTA FEMININO

Gênesis começa com o fato de que homens e mulheres foram criados iguais à vista de Deus e na presença um do outro. A criação de ambos é considerada muito boa (Gn 1.31).

LEIA MAIS

A Bíblia

 

Histórias da Criação

Histórias da Criação

MAIS CURIOSIDADES BÍBLICAS GERAIS 
CURIOSIDADES

 DIVISÃO

 


Ageu

Logo Design by FlamingText.com
Reconstrução do Templo

O nome Ageu significa "festivo" e talvez que o profeta nasceu durante uma das festas de Israel. À luz da mensagem do livro, o nome também aponta para o restabelecimento do ciclo de festas de Israel após a reconstrução do Templo.

Ageu, assim como Zacarias, desafiou a comunidade pós-exílica a retomar a obra de reconstrução do Templo, e ele proferiu quatro mensagens diferentes em um período de 15 semanas, de agosto a dezembro de 520 a.C., no segundo ano do reinado de Dario na Pérsia.

Primeira mensagem - repreensão (Ag 1.1-15) Sexto mês, primeiro dia (29 de agosto)
Segunda mensagem - encorajamento (Ag 2.1-9) Sétimo mês, vigésimo primeiro dia (17 de outubro)
Terceira mensagem - declaração (Ag 2.10-19) Nono mês, vigésimo quarto dia (18 de dezembro)
Quarta mensagem - reino (Ag 2.20-23) Nono mês, vigésimo quarto dia (18 de dezembro)

 

Quando a profecia de Ageu foi cumprida?
O principal problema da profecia de Ageu sobre o Templo é determinar como e quando ela foi ou será cumprida. A expressão daqui a pouco, empregada em Ageu 2.6, sugere que o Senhor cumpriria a profecia de abalar as nações no futuro próximo. Contudo, Israel nunca enfrentou, no período pós-exílico, algo parecido com o que fora prometido, a menos que o tremor refira-se simplesmente à mudança de política dos persas, que apoiaram a reconstrução do Templo em vez de oporem-se a ela. Essa profecia parece ter elementos próximos a serem cumpridos no futuro imediato e elementos distantes relacionados ao cumprimento final e completo no reino escatológico de Deus. O Senhor capacitaria a comunidade pós-exílica a completar a reconstrução do Templo porque ela temia a Deus e trabalhava, além do fato de os persas terem fornecido o dinheiro necessário. No entanto, essas bênçãos apenas prenunciavam a restauração final de Israel, quando o Senhor livraria a nação por completo de seus inimigos após o cumprimento dos tempo dos gentios.

Os três últimos livros do AT--Ageu, Zacarias e Malaquias -- nos trazem para a época depois do exílio, quando os judeus foram repatriados: a época de Esdras e Neemias.

O pequeno livro de Ageu é uma das jóias do AT. Ele nunca perde a relevância, porque a sua preocupação básica é com prioridades.

Ageu transmitiu sua "palavra do Senhor" em 520 a.C.; Zacarias, em 520-518. Quando o primeiro grupo de exilados retornou a sua terra natal sob a liderança de Zorobabel (neto do rei Joaquim) em 538, eles, cheios de entusiasmo, deram início à reconstrução do Templo que fora destruído pelos babilônios em 587. Mas oposição e apatia logo levaram à interrupção dos trabalhos (Ed 4.4-5). Dezesseis anos se haviam passado desde que o imperador persa Ciro, através de um decreto, havia permitido o retorno do povo à sua terra. Foi então que Ageu e Zacarias começaram a agitar as coisas (Ed 5.1-2). Graças e eles, o Templo foi concluído até 516.

Por que era tão importante reconstruir o Templo? Por que a honra de Deus estava em jogo. Como Joyce Baldwim explica: "As nações tinham que saber sem sombra de dúvida que o Deus de Israel não deixara de existir quando os israelitas foram removidos do seu território". O Templo e a aliança estavam interligados (veja Ez 37.26) e "enquanto o Templo estivesse em ruínas não havia sinal externo da presença do Senhor com a comunidade restaurada". O Templo no monte Sião representava os propósitos imutáveis de Deus.

Quatro vezes Ageu se dirige ao povo com uma mensagem de Deus (1.2-15; 2.1-9; 2.10-19; 2.20-23). As mensagens foram datadas precisamente (veja notas abaixo) e foram todas dadas num período de 15 semanas.

Ag 1.2-15: A vida é dura, alimentos e vestuário são escassos, os preços estão subindo. Por quê? Por que o povo não sabia estabelecer prioridades. Estavam todos envolvidos com seus próprios assuntos egoístas. Deus era negligenciado. E assim as coisas pelas quais trabalhavam sempre lhes escapavam. Pois todas as boas coisas da vida são dadas ou retidas por Deus. As palavras de Ageu tocaram a consciência da nação. Em três semanas, a obra do Templo foi concluída

Ag 2.1-9: O fabuloso Templo de Salomão fora demolido 70 anos antes. Poucos dos atuais construtores o haviam visto, mas todos ouviram falar dele. A lembrança da glória daquele Templo não desaparecera. O novo Templo parecia insignificante em comparação com o anterior. Mas era preciso ter ânimo. Aquela construção era apenas uma prévia do esplendor e da glória do fim dos tempos, da era de paz e prosperidade de que todos os profetas previram.

Ag 2.10-19: O trabalho de reconstrução do Templo fora retomado, mas isto em si não tornaria os construtores "santos" (dedicados a Deus e dignos do seu serviço). O que é contagioso é a impureza, não a santidade (Ageu afirma isto baseado na lei ritual ou cerimonial). O fato de anteriormente terem se esquecido de Deus trouxera todo tipo de consequência desagradável. Mas no dia em que colocassem em primeiro lugar o que tinha prioridade, Deus abençoaria todos os aspectos da vida.

Ag 2.20-23: Mensagem para Zorobabel. Essas promessas messiânicas foram feitas a Zorobabel o herdeiro do trono de Davi, e não a Zorobabel como indivíduo. Ele estava na linhagem que leva de Davi a cristo. (Confira o uso de "Davi" em Jr 30.9, e veja notas em Zc 4.)

1.1 29 de agosto de 520 a.C. Dario o Grande governou o Império Persa de 522-486 a.C. Judá era uma província deste império.

1.15 21 de setembro de 520 a.C., pouco mais de três semanas após o apelo de Ageu.

2.1 17 de outubro de 520 a.C.

2.10,20 18 de dezembro de 520 a.C.

2.23 Zorobabel não recebeu o título de "rei", mas aparentemente a maldição sobre o rei Joaquim, registrada em Jr 22.24-30, estava sendo retirada.

Ruínas do antigo Templo

ruínas do temploi

Ageu e Zacarias incentivaram os ex-exilados a completar a reconstrução do Templo de Jerusalém. Foi Neemias quem organizou a reconstrução dos muros da cidade.

  

leia a bíblia

Por Gospel+ - Biblia Online

 

 

DIVISÃO

 

Visit COSTUMES BÍBLICOS's profile on Pinterest.

 

DIVISÃO

 

Aceite a Jesus! - Clique aqui!

DIVISÃO 
Dicio.com.br

 

 

Gospel+

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias